Crescimento da população ameaça animais de serem extintos

O aumento da população mundial acaba acarretando consequências para o meio ambiente, porque o consumo de alimentos aumenta e também da água. As habitações vão tomando espaço dos habitats naturais de diversos animais, o que poderá causar a extinção de diversas espécies da fauna, nos próximos cinquenta anos, alertam pesquisadores.

Com o maior risco de extinção, estão as espécies de grande porte de mamíferos da região africana, da América do Sul e da Ásia. A biodiversidade dessas áreas são as mais variadas do planeta, segundo dados divulgados pela revista Nature Insight.

Mas ainda temos esperanças de que mudanças sejam realizadas, como dietas mais saudáveis para toda a população mundial até 2060. Também vai ser necessário, preservar habitats das espécies com maior chance de extinção, concluiu a pesquisa.

Após o desenvolvimento do homem atual, várias espécies foram extintas, desde que houve a saída de todo continente africano, para que houvesse a ocupação de outras regiões.

Há muito tempo atrás, por volta de três mil anos, o planeta teve mais da metade de seus mamíferos extintos, com mais de 44 kg, e cerca de 15% do total de aves.

Hoje o número de habitantes do planeta chega a sete bilhões, um número 25 vezes maior do que existia naquela época, e acredita-se que nos próximos oitenta anos, esse número cresça em mais quatro bilhões, aumentando o consumo de alimentos, moradias e água.

Os pesquisadores concluíram que atualmente cerca de 25% dos mamíferos estão correndo perigo de extinção e 13% das aves.

As suposições atualizadas de extinção de mamíferos, pássaros e anfíbios são parecidas com os maiores desaparecimentos em massa nos últimos quinhentos milhões de anos, que provavelmente tiveram origem em erupções vulcânicas, impactos de meteoros e outros desastres naturais.

A extinção dos dinossauros, foi causada por um desses eventos.

A caça ilegal e o sacrifício, colocam em risco  um número grande de espécies,  principalmente as ameaçadas, como os pássaros e os mamíferos.

A biodiversidade também tem sido afetada, apesar da área de preservação mundial totalize 14%.

O continente africano tem algumas áreas, que o número de leões diminuiu cerca de 10%, devido a diminuição dos habitats, causados pelo aumento populacional.

Houve uma diminuição de cerca de 80% do número de espécies de mais de 40 mamíferos em Gana, no período entre 1970 e 1998, devido ao aumento do consumo de carne de espécies silvestres.

Para atender à demanda de alimentos até 2060, seria necessário fazer o desmatamento em uma área de mais de 700 milhões de hectares adicionais. Dentro dessa área, 430 milhões de hectares estariam na região da África subsaariana, composta por 47 países.

Para promover a proteção dessas espécies, será necessária uma melhor gestão das áreas preservadas, declararam os pesquisadores.

Também é necessário aumentar o cultivo por hectare de terra livre, usando técnicas que possam preservar a produtividade da terra, e a utilização de sementes mais fortes em relação às pragas e secas.

 

Posted in Postagens | Leave a comment

PPI tem 55 novas propostas de concessões – Veja com o especialista Felipe Montoro Jens

Durante a segunda reunião de Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), que aconteceu no último dia 7 de março, o Palácio do Planalto anunciou os próximos projetos públicos que deverão ser concedidos à iniciativa privada. O especialista em Projetos de Infraestrutura, Felipe Montoro Jens, noticia que entre as 55 novas propostas de concessões, estão rodovias, ferrovias, terminais portuários e linhas de transmissão de energia. Além dessas, também existem outras propostas de renovações das concessões que já estão atualmente em andamento.

O principal objetivo do PPI é gerar empregos e crescimento para o Brasil. A respeito das 55 novas propostas de concessões, o presidente da República Michel Temer declarou – “Precisamos fazer logo isso, porque o que mais almejamos é exatamente o combate ao desemprego no país”.

Na abertura do encontro do dia 7 março, Temer informou que os 55 novos projetos permitirão R$ 45 bilhões de novos investimentos nas áreas de energia, transportes e saneamento, além da promoção de 200 mil novos empregos diretos e indiretos. Felipe Montoro Jens ainda reporta que, na mesma ocasião, o Ministério de Minas e Energia apresentou a proposta de licitação de 35 lotes de linhas de transmissão de energia em 17 estados, com investimentos estimados em R$ 12,8 bilhões. Por sua vez, o Ministério dos Transportes apresentou novos projetos de concessões em rodovias, ferrovias e portos.

PPI

O Programa de Parcerias de Investimentos foi instituído em 2016 pelo Governo Federal para que fosse possível ampliar e fortalecer a relação entre o Estado e a iniciativa privada, salienta o especialista em Projetos de Infraestrutura, Felipe Montoro Jens. A medida é uma das apostas do governo Temer para impulsionar o investimento privado e retomar a economia em um momento de crise econômica no país. O objetivo é ter uma priorização e acompanhamento dos projetos que serão executados através de concessões, Parceria Público-Privada (PPP) e privatizações.

Na primeira leva de concessões do PPI, em setembro de 2016, foram apresentados 35 projetos nos setores de aeroportos, portos, rodovias, ferrovias, petróleo e gás, mineração, energia e saneamento. Felipe Montoro Jens destaca que, de acordo com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Wellington Moreira Franco, destes projetos, 03 já foram assinados: dois de prorrogação de terminais portuários e um de privatização da Celg (empresa de distribuição de energia de Goiás, sendo a primeira privatização do PPI). A distribuidora foi arrematada em leilão pela companhia italiana Enel Brasil, no dia 30 de novembro do ano passado.

Este ano, no dia 16 de março, ocorreu o leilão dos aeroportos de Fortaleza (CE), Salvador (BA), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS). Três grupos estrangeiros – a francesa Vinci, a alemã Fraport e a suíça Zurich – levaram as concessões. No dia 23 de março foi a vez do leilão de dois terminais no Porto de Santarém (PA) e quem ganhou foi o Consórcio Porto Santarém. Já no dia 20 de abril, foi licitado o terminal de Trigo do Rio de Janeiro e quem deu o lance final foi o consórcio Maravilha, formado por Bunge Alimentos e M.Dias Branco, finaliza o especialista em Projetos de Infraestrutura, Felipe Montoro Jens.

 

Posted in Postagens | Leave a comment

Nações árabes cortam relações diplomáticas com o Qatar

Resultado de imagem para crise diplomatica catar

Relações diplomáticas foram cortadas por seis países árabes, sendo eles a Arábia Saudita, Bahrein, Líbia, Iêmen, Egito e os Emirados Árabes Unidos, com o Qatar, que é responsabilizado por iniciar uma instabilidade em áreas do Golfo Pérsico, e também por ajudar grupos de terroristas. O Qatar se defendeu, dizendo que o rompimento é infundado.

As relações foram rompidas, dias depois que Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, ter visitado à região. A Turquia e o Irã acreditam que o diálogo com Qatar e os países próximos, é muito importante.

Cidadãos do Qatar terão o prazo de quatorze dias para deixar o Bahrein, o Egito, a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos, que avisaram que as fronteiras vão ser fechadas.

Diplomatas dos Emirados Árabes, vão ter 48 horas para sair do Qatar. Doha está sendo acusada por Abu Dhabi, de ajudar o terrorismo, o extremismo e deixar organizações partidárias, se articularem.

Os portos de entrada entre a Arábia Saudita e o Qatar, foram todos fechados, de acordo com uma agência de notícias estatal saudita. Foi informado que essa atitude seria para promover a segurança do país, contra o terrorismo e o extremismo.

Depois dessa quebra dos acordos diplomáticos, todos os voos da Qatar Airways para a Arábia Saudita, foram suspensos.

Os Emirados Árabes Unidos, o Bahrein, o Egito e a Arábia Saudita, desde o mês passado, bloquearam as redes de comunicação do Qatar, inclusive a Al Jazeera, depois de declarações feitas pelo emir Sheikh Tamim Al Hamad Al Thani.

Al Thani censurou a política de Donald Trump, a respeito de Teerã, e fez saudações ao Irã, citando ele como um poder islâmico.

Na visita de Donald Trump à Arábia Saudita, ele se dirigiu a mais de cinquenta líderes muçulmanos, e fez um discurso motivando-os a aumentar os esforços, para lutar contra o terrorismo.

No Qatar, o ministro do exterior declarou que esse rompimento das relações diplomáticas dos países, é infundada, de acordo com a agência Reuters.

Rex Tillerson, secretário de Estado americano, declarou na

Austrália, já que está em visita oficial, que esse rompimento pode ter um significado importante no combate ao terrorismo.

Bahram Ghasemi, porta-voz do ministério iraniano das Relações Exteriores, declarou que a resolução das desavenças entre o Bahrein, os Emirados Árabes Unidos e a Arábia Saudita com o seu vizinho Qatar, somente será viável através de meios políticos e pacíficos, além de uma interlocução entre as duas partes.

Outro país que está disposto a auxiliar nesse assunto, é a Turquia, que conserva boas relações com os países do Golfo Pérsico.

Mevlut Cavusoglu, ministro das Relações Exteriores da Turquia, comentou que divergências entre países podem existir, mas é necessário que haja uma conversação entre eles. A Turquia irá contribuir de toda forma possível, até que tudo volte ao normal.

 

Posted in Postagens | Leave a comment

Nomeação de Julie Kirchner é criticada pelo Congressional Hispanic Caucus dos Estados Unidos

O Congressional Hispanic Caucus (CHC) dos Estados Unidos, está criticando a nomeação de um ombudsman (pessoa encarregada de defender os direitos dos cidadãos) dos Serviços de Cidadania e Imigração que anteriormente trabalhava para um grupo que apoia as restrições de imigração como “ofensivo, insensível e malicioso”.

O Caucus pediu a remoção de Julie Kirchner, ex-diretora executiva da Federação para a Reforma da Imigração Americana (FAIR). Os legisladores disseram que Kirchner “fez uma carreira de ataque a comunidades de imigrantes” durante seu tempo no FAIR.

A FAIR se opõe firmemente à imigração ilegal e defende restrições à imigração legal. “Eu acho que é um grande erro porque traz medo às casas de muitas pessoas que sentem que não serão tratadas de forma a respeitar seus direitos constitucionais”, disse o juiz Juan Vargas, da Califórnia.

Kirchner, a ex-conselheira da política de imigração da campanha Trump, é uma das várias pessoas que trabalhou para grupos que adotaram uma abordagem de imigração na linha dura e foram aprovados para ocupar cargos seniores na administração.

Como ombudsman dos Serviços de Cidadania e Imigração, seu papel agora inclui receber milhares de pedidos de ajuda com assuntos relacionados à imigração todos os anos e ajudar a fornecer “uma perspectiva imparcial e independente”.

Outro contrato de preocupação para os ativistas de imigração é Jon Feere, um antigo analista de políticas jurídicas do Centro de Estudos de Imigração, um grupo conservador que defende restrições de imigração maiores. Ele foi nomeado recentemente como um conselheiro especial por Thomas D. Homan, diretor interino da Immigration and Customs Enforcement. Anteriormente serviu como conselheiro da política de imigração para a campanha Trump e as equipes de transição.

“Não deveria ser uma surpresa para ninguém que ele empregasse posições-chave para pessoas que também se encaixam fora do convencional ou que defendem pontos de vista mais consistentes com sua retórica de campanha do que pessoas com pensamentos diferentes”, disse John Hudak, da Brook Brooks Institution. “Eu acho que todo presidente que tem áreas problemáticas que são caras para eles procuram alguns dos defensores mais agressivos para trabalhar em nome dessas questões”.

Quando perguntado sobre as contratações, um funcionário da Casa Branca relatou em uma entrevista: ” O Presidente fez uma campanha sobre o aumento da segurança nas fronteiras e a aplicação das leis de imigração da nossa nação e é exatamente isso que a administração se concentrou”.

Os compromissos políticos que refletem a política de uma administração dobrada não são incomuns e os defensores da imigração defendem as contratações da administração Trump. “É uma surpresa que a Trump não tenha contratado mais pessoas de organizações como (Centro de Estudos de Imigração) e FAIR”, disse Dan Stein, presidente da FAIR.

No entanto, os adeptos da imigração preocupam-se com os influenciados no debate de imigração em Washington que ajudaram a reduzir os esforços abrangentes de reforma imigratória impulsionados pelas administrações anteriores. “Os tribunais estarão muito ocupados com os desafios de imigração nos próximos quatro anos”, disse Steve Yale-Loehr, professor de direito da imigração na Universidade de Cornell.

Posted in Postagens | Leave a comment

Milhares de americanos se emocionaram ao lembrar de John F. Kennedy no 100º aniversário

Image result for lembrar de John F. Kennedy no 100º aniversário

Os americanos acabaram por celebrar a vida e o legado do presidente John F. Kennedy, dos Estados Unidos, no dia em que ele teria completado 100 anos. O Serviço Postal dos Estados Unidos comemorou o centenário de Kennedy com a dedicação de um selo postal JFK em Brookline, Massachusetts, um subúrbio de Boston onde o falecido presidente nasceu em 29 de maio de 1917.

A imagem no carimbo é uma fotografia de 1960 de Kennedy quando ele estava fazendo campanha para presidente em Seattle. Postmaster Nick Francescucci disse que o selo foi selecionado porque o ex-presidente estava olhando para cima no momento da foto. “Seus olhos estavam altos, eles estavam olhando para o céu e parecia que havia um grande futuro brilhante à nossa frente”, disse Francescucci.

O representante democrata dos Estados Unidos, Joe Kennedy III, deu o discurso principal no local histórico nacional John Fitzgerald Kennedy – local de nascimento e lar da JFK. Seu tio-avô, ele disse, era um homem que tinha orgulho honesto e infeccioso. Ele não apenas implorou uma geração para servir, mas prometeu-lhes um país digno de seu serviço, disse o congressista.

Uma cerimônia de colocação de grinaldas também foi realizada para homenagear o 35º presidente dos EUA em seu túmulo no cemitério nacional de Arlington, na Virgínia. Kennedy serviu como presidente desde janeiro de 1961 até ele ser assassinado em 22 de novembro de 1963. Ele tinha 46 anos.

Em Boston, a Biblioteca e o Museu Presidencial John F. Kennedy realizaram uma festa de aniversário que incluiu um bolo feito pela família do padeiro que fez o bolo de noivado de Kennedy com Jacqueline Lee Bouvier.

A celebração limitou um longo fim de semana de eventos do Memorial Day para homenagear o legado de Kennedy e acabou atraindo milhares de visitantes em sua celebração do centenário.

“Não há nenhum problema ou nenhum evento que possamos fazer para destacar as diferentes facetas de Kennedy”, disse Steven Rothstein, diretor executivo da fundação da biblioteca. “Muitas de suas ideias-chave são intemporais. Nós acreditamos fundamentalmente que JFK é um visionário que nunca sai do estilo”.

O compromisso do último presidente com o serviço também foi celebrado em uma cerimônia de sábado co-organizada pela National Peace Corps Association. O presidente da associação Glenn Blumhorst disse que aqueles que serviram no Peace Corps se veem como “o legado vivo de JFK”. Kennedy emitiu uma ordem executiva que estabeleceu o Peace Corps em 1961.

“Seu chamado ao serviço em perguntar o que podemos fazer para o nosso país é a forma como respondemos”, disse Blumhorst. “Nós sentimos que essa é uma maneira de completar nosso serviço nacional”.

 

Posted in Postagens | Leave a comment

Pesquisadores relatam que gravidez no verão pode aumentar o risco de diabetes gestacional

Resultado de imagem para gestaciona

Os pesquisadores identificaram um novo possível fator de risco para a diabetes gestacional: Estar exposto a temperaturas quentes ao ar livre um mês antes de dar à luz.

De acordo com um novo estudo publicado no Canadian Medical Association Journal (CMAJ), em uma região geográfica no Canadá, a taxa de diabetes gestacional variou mais de 3 pontos percentuais entre os períodos mais frios do ano e os mais quentes.

Diabetes gestacional, uma condição que se desenvolve durante a gravidez, geralmente é uma condição temporária. Mas as mulheres que desenvolvem estão em maior risco de ter diabetes tipo 2 e outras condições de saúde mais tarde. Um estudo recente ligou o diabetes gestacional à depressão pós-parto, por exemplo. Diabetes gestacional também pode aumentar os riscos de ter bebês com excesso de peso ao nascer, parto prematuro e diabetes tipo 2 mais tarde na vida.

Estudos anteriores sugeriram que a exposição a temperaturas frias pode melhorar a sensibilidade à insulina e ativar o tecido de gordura marrom do corpo, que – ao contrário de outros tipos de gordura – queima calorias e parecem proteger contra condições metabólicas como obesidade e diabetes. Por esta razão, tem sido sugerido que temperaturas frias podem proteger contra estas condições.

Para estudar esta ligação potencial em mulheres grávidas, os investigadores olharam registros médicos de quase 400.000 mulheres que vivem na mesma área urbana no Canadá, em uma região com flutuações largas de temperatura ao longo do ano. Ao longo de um período de 12 anos, essas mulheres deram à luz mais de 555.000 crianças.

Quando os pesquisadores analisaram as temperaturas médias nos 30 dias antes do parto, descobriram que a prevalência de diabetes gestacional era de 4,6% entre os expostos a temperaturas muito baixas (-10 graus Celsius ou menores), comparado com 7,7% entre os expostos a temperaturas muito quentes (23 graus Celsius ou superior).

Isso se traduz em um aumento relativo de 6% a 9% no risco de diabetes gestacional para cada aumento a cada 10 graus Celsius, calcularam os pesquisadores.

A relação manteve-se verdadeira mesmo quando os pesquisadores compararam duas gravidez consecutivas na mesma mulher, o que lhes permitiu anular fatores como renda, etnia e hábitos de vida que também poderiam afetar o risco.

Isso pode parecer contra-intuitivo, diz a autora principal, Gillian Booth, pesquisadora do St. Michael’s Hospital e do Institute for Clinical Evaluative Sciences, em Toronto, uma vez que as pessoas podem pensar que as mulheres grávidas passariam mais tempo ao ar livre e seriam mais ativas durante os meses mais quentes. Mas as descobertas se encaixam em um padrão de pesquisas recentes sobre os potenciais efeitos protetores das temperaturas mais frias, diz ela.

E embora os pesquisadores tenham analisado apenas uma única região geográfica no Canadá, eles dizem que os resultados poderiam se aplicar a outras partes da América do Norte e do mundo.

“Com base nos achados do estudo, seria de esperar que a gravidez em climas mais quentes pode proporcionar um maior risco de diabetes gestacional”, disse o Dr. Booth à Saúde. “Eu acho que é um ótimo tópico para pesquisa futura.”

 

Posted in Postagens | Leave a comment

O empreendedor Flavio Maluf reporta estratégias para quem está pensando em desistir

Ao longo de uma carreira profissional certamente obstáculos e dificuldades surgirão. Nesse momento, o homem de negócios ou mesmo um funcionário de uma companhia podem se sentir amedrontados e tentados a desistir – e, às vezes, talvez esteja a poucos metros do objetivo e ainda não saiba. Por conta disto, o empresário presidente das empresas Eucatex e empreendedor Flavio Maluf relata algumas estratégias de grande valia para quem está pensando em jogar a toalha.

Avalie o quanto você já percorreu

Você se dedicou a um objetivo por bastante tempo, porém, contratempos impediram de finalizar a tarefa no prazo desejado. Antes de renunciar à meta, separe algum tempo para refletir sobre o quanto você já avançou nessa missão. Faça um comparativo, um antes e depois. Você até pode não ter concluído a tarefa, mas, com certeza, progressos foram realizados, cita Flavio Maluf. Relembre o quanto de força você canalizou para dar início a atividade e a alimente-a para alcançar o propósito final.

Não viva se comparando

É perfeitamente natural que o ser humano efetue comparações com o próximo. Talvez colegas e amigos estejam em um bom momento profissional, com carreiras estabelecidas enquanto seu caminho, atualmente, possa parecer pouco convencional. Não se deixe enganar pelo fato da vida alheia parecer mais confortável, enquanto você trilha um caminho de incertezas. Absolutamente todo mundo tem um caminho único a percorrer, algo só seu. Dessa foram, preste menos atenção aos outros e foque em você. O empresário Flavio Maluf reporta que apenas você sabe as razões que o levaram a escolher esse caminho. Então efetue o percurso no seu ritmo, sempre confiando em seus instintos.

Seja paciente enquanto está focado nos seus objetivos

Manter a serenidade quando as coisas não estão ocorrendo da forma planejada é fundamental. Uma pessoa que consegue dominar a paciência pode alcançar qualquer objetivo. A frase: “O maior obstáculo para a criatividade é a impaciência”, faz todo sentido. Quando se deseja muito alguma coisa, a vontade de acelerar o processo, de fazer e acontecer é pungente. O ponto aqui é sempre lembrar que, para qualquer meta de grande valor, é imperativo que suas ações sejam consistentes e esmeradas. Atente-se mais aos meios do processo do que aos fins, relata Flavio Maluf. Mesmo que todas as suas atitudes e movimentos estejam corretos, pode levar um tempo até que se concretizem em resultados.

Deixe que seus próprios erros sejam seu melhor professor

Você pode utilizar seus erros de duas formas distintas. Ou eles serão ignorados e, inevitavelmente, você acabará naufragando junto ao navio que está em busca dos seus objetivos ou serão utilizados de forma útil, refinando sua estratégia para os desafios que serão apresentados em seguida.

Sob uma outra perspectiva, seguir um caminho sem errar, sem tropeços ou dificuldades, pode ser ainda mais perigoso. Quando o sucesso é alcançado de forma rápida e sem dificuldades, pode originar o nascimento de atitudes arrogantes e presunçosas em qualquer profissional – levá-lo a acreditar que apenas ele tem razão em tudo. Desta forma, quando se deparar com uma falha, não saberá lidar coma situação. Por isso, faça dos erros aliados para tornar-se mais forte e preparado, indica o presidente das empresas Eucatex,  Flavio Maluf.

 

 

Posted in Postagens | Leave a comment

Países americanos registram aumento alarmante de mutilação genital feminina

A mutilação genital é uma prática brutal que é infligida a milhares de meninas e mulheres a cada ano. A mutilação genital feminina, ou corte ritual feminino, envolve a alteração ou lesão de órgãos genitais femininos. É muitas vezes feito por pessoas sem nenhuma formação médica e em lugares sujos, colocando riscos horrendos para a saúde que pode perdurar por muito tempo.

A maioria das vítimas é aconselhada para que nunca falem sobre o assunto – e alguns não sobrevivem para contar suas histórias. Para terminar a prática, especialistas e sobreviventes relatam sobre o assunto, trazendo essa preocupação para o olhar de todos.

Algumas mulheres dizem que não têm nenhuma memória de ter sido cortada e não sentem qualquer dor no local da incisão. Em outros casos, acabam sendo devastadas e exigem procedimentos médicos especiais apenas para poder menstruar ou dar à luz. Tudo depende do tipo de mutilação, que os peritos classificaram pela parte ou por partes do corpo que começam a ser cortadas. Os casos registrados são de cortar o clitóris para removê-lo completamente para costurar a pele ao redor da vagina.

Em pelo menos 30 países, mais de 200 milhões de meninas e mulheres vivas foram submetidas à mutilação genital. Isso equivale a populações da França, Alemanha e Itália, combinadas. Mais da metade das sobreviventes vivem na Indonésia, no Egito e na Etiópia.

O procedimento é geralmente realizado entre o nascimento e a adolescência por idosos da comunidade, por profissionais de saúde tradicionais ou prestadores de cuidados de saúde treinados. Cerca de 44 milhões dos sobreviventes têm menos de 15 anos.

Em todo o mundo, estima-se que mais de 3 milhões de meninas corram o risco de serem submetidas ao procedimento a cada ano, mesmo que a prática sendo proibida em 42 países, incluindo 24 nações da África.

Segundo os especialistas no assunto, o procedimento não tem nenhum fundamento religioso. Nenhum texto religioso exige a mutilação genital feminina. No entanto, algumas culturas e seitas acreditam que a prática faz com que as esposas sejam melhores, tornando as meninas mais aceitáveis em suas comunidades, melhorando assim a sua elegibilidade para o casamento.

A prática visa reduzir a libido da mulher para garantir virgindade até o casamento e fidelidade conjugal, e também é associada a o ser “feminino”, “modesto”, “limpo” e “belo”. É praticado nos agregados familiares em todos os níveis educacionais e em todas as classes sociais, ocorrendo entre muitos grupos religiosos, incluindo muçulmanos e cristãos.

As origens da prática não são claras, há citações de historiadores relatando a evidência da prática nas múmias egípcias. Em 13 países africanos, mais da metade das mulheres entre os 15 e os 49 anos foram submetidas ao procedimento.

Especialistas em todo o mundo concordam que a prática não tem nenhum benefício para a saúde das mulheres. Dez agências globais emitiram uma declaração conjunta em 2008 marcando a prática como uma violação de direitos humanos e pedindo a sua eliminação dentro de uma geração. Entretanto, os riscos para a saúde – incluindo a morte – são abundantes.

 

Posted in Postagens | Leave a comment

O sucesso de Viper e a experiência do heavy metal na bagagem de Cassio Audi

Poucos sabem, mas a história de sucesso de Cassio Audi começou nos palcos de heavy metal brasileiro dos anos 80 ao fazer parte da formação original da banda Viper, bem antes de se consolidar como executivo bem-sucedido no mundo empresarial. Começou a desenvolver suas habilidades artísticas ainda na adolescência, quando aprendeu a tocar bateria e passou a interessar-se pelas bandas de heavy metal.
A banda Viper foi criada na capital paulista em 1985. A formação original contava com André Matos (vocais), Pit Passarell (baixo), Yves Passarell (guitarra), Felipe Machado (guitarra) e Cassio Audi (bateria). No mesmo ano, os jovens lançaram suas primeiras músicas com as demos Projeto SP Metal e The Killera Sword.
Em seguida, lançou o álbum Soldiers of Sunrise em 1987. André Matos a frente dos vocais surpreendeu o público e a crítica com sua atuação. O disco tinha uma estética medieval e apresentava forte influência das bandas Iron Maden, Helloween e Judas Prices. Foi um grande sucesso no Brasil e abriu caminho para lançarem-se no cenário internacional.
O sucesso de Viper nos anos 80
A consagração nos palcos na Europa se deu com o álbum Theatre of Fate, de 1989. O Viper mesclou a estética do heavy metal com arranjos de clássicos da música erudita. Este trabalho representou uma virada musical do grupo, ao caminhar para uma linguagem melódica. A formação da banda sofreu alteração com a saída de Cassio Audi, cedendo lugar para Guilherme Martin na bateria.
A nova estética do Viper não agradou boa parte da banda, que pretendia um retorno à linguagem dos primeiros álbuns, mais ligada às raízes do heavy metal. Neste contexto, André Matos decidiu sair do grupo para dedicar-se a outros projetos. A partir de então, Pit Passarell assumiu os vocais e o grupo retomou o estilo dos primeiros discos.
Mudança na formação
Com Pit nos vocais, o Viper gravou o Evolution na Alemanha em 1992. O próximo lançamento foi Coma Rage de 1995, e em seguida, Tem pra todo mundo. Depois desses lançamentos a banda decidiu paralisar suas atividades pra retornar mais adiante em 2005, com o DVD Living for the nigth – 20 Years of Viper.
Afastado do Viper, Cassio Audi dedicou-se aos estudos ingressando na Pontifício Universidade Católica (PUC-SP), através da qual obteve o título de bacharel em administração de empresas em 1994. Já em 1999, prosseguindo seus estudos acadêmicos, conquistou seu MBA em finanças pela Universidade de São Paulo (USP). A essa altura, seus antigos colegas de heavy metal apresentavam-se nos palcos da Europa, exibindo-se na Alemanha, Áustria, Hungria, Croácia, Suíça, chegando até ao Japão.
Além de Cassio Audi, fizeram parte da história de sucesso da banda os músicos Yves Passarel (guitarra), Renato Graccia (bateria), Val Santos (guitarra), Ricardo Bocci (vocal) e Sérgio Falci (bateria). André Matos retornou ao vocal do Viper apenas em 2012, que seguiu com a formação de Pit Passarell (baixo e vocal), Felipe Machado (guitarra), Guilherme Martin (bateria) e Hugo Mariutti (guitarra).

 

 

Posted in Postagens | Leave a comment

Fontes de água potável estão contaminadas pelo pesticida TCP nos Estados Unidos

Os reguladores californianos estão propondo um limite estrito a uma substância química tóxica que tem contaminado os suprimentos de água em todo o estado, particularmente em seu vasto território agrícola.

A Califórnia seria o segundo estado, depois do Havaí, a estabelecer um limite para o ingrediente pesticida e solvente industrial conhecido como TCP (1,2,3-tricloropropano) na água potável. O composto químico, identificado na Califórnia como um carcinógeno humano, já não está em grande uso, mas tem lixiviado ao longo dos anos em muitos poços e reservatórios na Califórnia e outros estados.

A proposta do Conselho de Controle de Recursos Hídricos do Estado da Califórnia determinaria a quantidade máxima permitida de TCP na água da torneira pública em cinco partes por trilhão – o nível mais baixo que os sistemas de filtragem existentes podem detectar de forma confiável e muito mais baixo do que o Havaí.

“É nossa principal prioridade saber com que estamos lidando e estabelecer quantidades para a placa de água do estado,” disse o porta-voz da placa Andrew DiLuccia.

TCP corrompe sistemas de água que atendem quase um milhão de pessoas de Sacramento a San Diego, de acordo com o conselho de água do estado. O composto está presente em níveis acima do limite proposto em 562 poços, reservatórios e outras fontes pertencentes a 94 sistemas públicos de água, de acordo com dados de 2016. Esses números não incluem poços privados.

Citando dados federais, o Environmental Working Group, uma organização de defesa de Washington, EUA, diz que o produto também foi detectado em abastecimento de água de uma dúzia de outros estados, incluindo Nova York, Pensilvânia e Nova Jersey, bem como Porto Rico. O grupo, ou EWG, disse que a extensão da contaminação é subestimada, porque os testes federais usaram um limiar da contaminação da Califórnia. (O governo federal não estabelece restrições sobre TCP na água potável.) Uma vez que o TCP entra na água subterrânea, ele “persiste por séculos”, de acordo com o relatório de abril do EWG.

Na Califórnia, a contaminação existe em muitas áreas urbanas, incluindo em Los Angeles, San Bernardino e condados de San Mateo. Embora a fonte de contaminação nessas regiões mais povoadas não seja conhecida, acredita-se que a poluição provenha de locais de resíduos industriais e perigosos.

“Los Angeles tem um pouco de contaminação”, disse Andria Ventura, gerente de programas tóxicos do grupo de defesa ambiental Clean Water Action. “É difícil para os fornecedores de água identificar onde veio.”

Mas a contaminação TCP mais grave e generalizada da Califórnia está nos condados agrícolas do Vale Central, onde o produto químico era um ingrediente de fumigantes de solo vendidos pelas empresas Shell Oil e Dow Chemical desde pelo menos os anos 50 até a década de 1980.

 

Posted in Postagens | Leave a comment