Campanhas de doação de sangue tendem a aumentar o número de doação de sangue aqui no Brasil

Image result for campanha doação de sangue

Dia 14 de Junho foi o dia mundial do doador de sangue. O movimento Eu Dôo Sangue organiza a campanha “Junho Vermelho” para reforçar a importância da doação de sangue ainda mais no inverno.

Segundo uma das fundadoras do movimento Eu Dôo Sangue, Diana Berezin, existe uma queda acentuada nesses meses de inverno que chega a ser de 50% em todo o Brasil. Isso tem uma incidência maior nos dias de muito frio, principalmente por casos de gripe, pois as pessoas acabam utilizando medicamentos que acabam sendo impeditivos de doação de sangue. As férias, pois as pessoas acabam se ausentando por mais tempo.

O Brasil é um dos países que mais coletam sangue em termos de volume sendo o maior da América Latina. Mas, sua distribuição proporcional tende a perder para outros países menores, porém mais assíduos em doação de sangue. Argentina, Cuba e Uruguai estão a frente do Brasil nesse ranking segundo a Organização das Nações Unidas (ONU).

Segundo um estudo realizados entre 2012 e 2013 pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), e que funciona como um órgão ligado diretamente a OMS na América Latina, o Brasil também esta atrás de outros países norte-americanos, como EUA e Canadá. Esse estudo se propôs a abranger todo o continente Americano.

Outros dados também levantados por esse estudo, apontaram que no Brasil o número de doadores de sangue espontâneos atingem 59,52% do total de doadores que fazem isso sem pensar em quem irá ser o receptor deste sangue. Os 40,48% restantes da população doadora de sangue, fazem isso por questões específicas, como por exemplo, doar sangue para um parente ou amigo que esteja necessitado naquele momento.

Em outros países da América Latina o estudo revelou que o número de doações espontâneas são melhores do que no Brasil. Em países como Nicarágua e Cuba o número atinge os 100%. Na Colômbia esse número é de 84,38% de doadores e na Costa Rica a pesquisa descobriu que são 65,74% de doadores espontâneos no país.

Apesar de um grande potencial de doadores em termos de volume aqui no Brasil, esse déficit está diminuindo. Dados de 2013 do Ministério da Saúde, revelaram que 3,7 milhões de bolsas contendo sangue de todos os tipos, um aumento de 200 mil bolsas. Essa alta de 4,55% que ajudaram a melhorar as perspectivas para os anos seguintes.

A campanha Junho Vermelho, realizada pelo movimento Eu Dôo Sangue, espera atingir um número maior do que em anos anteriores, principalmente nessa época. Segundo os organizadores, são essas campanhas que ajudam a promover a importância da população em relação ao ato de doar sangue espontaneamente.

“Precisamos de doadores conscientes que ajudem principalmente por esse dias onde o estoque sofre uma grande baixa, quem puder ajudar será muito bem-vindo”, diz Diana.

 

This entry was posted in Postagens. Bookmark the permalink.