Cientistas revelam os fatores que levam a escolha do parceiro ideal

Resultado de imagem para maos dadas

As penas da cauda do pavão não existem para que eles possam realizar atividades cotidianas, como comer ou dormir, mas porque sua beleza é atraente para seus parceiros. Quanto mais brilhantes são as penas, maior a chance de o pavão ter encontrado um parceiro sexual. Sendo assim, os cientistas trabalharam para encontrar os processos subconscientes que influenciam na escolha de cada parceiro.

Eles destacaram um ponto chave nessa grande questão, as características hereditárias que favorecem um parceiro sexual tendem a aumentar ao longo das gerações. É por isso que as penas da cauda do pavão são tão radiantes: durante muitas gerações, foram escolhidas penas de cauda cada vez mais bonitas. Isso significa que as preferências dos parceiros nos dizem algo sobre as pressões evolutivas que moldam uma espécie, inclusive nós.

Grande parte do nosso senso do que é atraente entra em foco quando visto através da lente de reprodução bem-sucedida, aumentando a nossa ideia do que queremos em um parceiro. Saúde, fecundidade e a capacidade de investir na criação dos filhos. Esses fatores também são encontrados e classificados como atraente entre as diversas populações, embora haja, naturalmente, algumas diferenças culturais.

Essas preferências biológicas também se alinham com a escolha do companheiro em outras espécies. É claro que o que queremos em um parceiro tem raízes que se estendem muito antes do Instagram, produtos de beleza ou campanhas de marketing. O fato é que essas preferências têm algo a ver com nossa natureza humana básica.

Existem também diferenças individuais na escolha do parceiro. Seu parceiro ideal nem sempre irá corresponder com o de outra pessoa, mesmo que a outra pessoa tenha o mesmo gênero, idade e orientação sexual. Até certo ponto, a beleza está realmente nos olhos de quem vê. Mas mesmo essas diferenças entre as preferências das pessoas são um pouco previsíveis: a família de uma pessoa influencia o parceiro que ele ou ela escolhe.

Vários estudos descobriram que, em média, há alguma semelhança física entre os pais e o parceiro sexual dos filhos. Ou seja, sua namorada pode muito bem parecer um pouco com sua mãe, ou seu namorado ser um pouco parecido com seu pai. Esta semelhança física é aparente coisas como a altura dos pais e dos parceiros, cor do cabelo ou dos olhos, etnia ou até mesmo a estrutura do corpo.

Por quê? A explicação dada pelos pesquisadores sobre esse fenômeno é muito simples, as coisas familiares são atraentes. Enquanto algo não é inicialmente aversivo, em geral, se tornará mais atraente quanto mais você tiver contato, como é o caso dos pais. Essa atração por características parentais pode ser atribuída a esse efeito de familiaridade.

 

This entry was posted in Postagens. Bookmark the permalink.