Hormônio do sono pode ajudar a emagrecer, diz estudo

Resultado de imagem para hormonio do sono

Dormir é uma das necessidades básicas que ajudam a regular a homeostase, ou seja, a equilibrar o organismo de forma a mantê-lo em perfeito funcionamento. O sono, por sua vez, é regulado pela secreção de um hormônio conhecido como melatonina. Em geral, quando a iluminação ambiente diminui, o organismo entende que é hora de dormir, e então passa a secretar o hormônio que induz ao sono.

Até aí tudo bem, entende-se que o papel da melatonina é importante para o sono, e consequentemente para outros aspectos ligados a ele. O que é novidade, e foi descoberto em 2017 por pesquisadores da Universidade de Sassari, na Itália, num estudo desenvolvido com outras instituições, é que a melatonina pode ajudar a emagrecer.

Os resultados dos estudos evidenciaram que o hormônio teve papel decisivo ao inibir as células precursoras da formação da gordura no corpo humano. Significa que, graças ao hormônio do sono, a gordura deixou de ser produzida antes mesmo de que as condições básicas para sua formação pudessem existir.

Resumidamente, o que acontece quando engordamos é uma espécie de disfunção nas células de gordura, que passam a acumular mais tecido adiposo do que o necessário. Com a descoberta da melatonina como agente que pode regular a quantidade de receptores de gordura, agora a obesidade poderá vir a ser melhor controlada com a administração do hormônio do sono.

Os avanços nos estudos dos italianos comprovam os resultados de uma pesquisa de 2011, publicada na revista “Diabetes, Metabolic Syndrome and Obesity: Targets and Therapy”. Nele, pacientes diagnosticados com Diabetes tipo 2 tiveram melhora no índice glicêmico – que mede a presença de açúcar no sangue – redução no colesterol e na pressão arterial.

Ainda que seja apontada como uma substância altamente promissora no combate à obesidade, a melatonina ainda precisa de mais pesquisas para que possa enfim ser usada como medicamento para evitar o excesso de peso. Até que isso se confirme, o ideal é mesmo praticar atividade física regularmente, manter uma dieta equilibrada, com frutas legumes e verduras, e, claro, procurar sempre dormir bem.

O sono regular, em quantidade e qualidade, sempre será um aliado da saúde.

This entry was posted in Postagens. Bookmark the permalink.