José Padilha de Tropa de Elite vai dirigir Arco of Justice

josé padilha

O cineasta brasileiro José Padilha, diretor de filmes de grande sucesso como o documentário Ônibus 174 de 205 e Tropa de Elite, ganhador do Urso de Ouro no Festival de Berlin, vai dirigir a adaptação para o cinema da premiada serie de não ficção, Arco f Justice. Cineasta estava trabalhando no seriado da Netflix, Narcos.

A série foi criada e escrita pelo norte americano Kevin Boyle em 2004 e acabou ganhando premiações no mundo todo incluindo o National Book Award de melhor não ficção. O livro narra a história real que ocorreu em 1925, um problema racial que levou o medico negro Ossian Sweet a ser réu em um tribunal sobre assassinato.

A Associação Nacional Para o Avanço das Pessoas de Cor acabou financiando um advogado para o caso, Clarence Darrow fez sua defesa na época.

Mark Gordon Company havia comprado os direitos para a realização de uma adaptação da obra. Max Borenstein e Rodney Barnes vão adaptar o livro para um roteiro e o brasileiro vai dirigir o projeto de acordo com informações cedidas pelo Deadline.

Uma de suas primeiras aventuras no exterior foi a direção do filme hollywoodiano Robocop, uma refilmagem da serie de filmes dos anos 80. Porém o projeta acabou não fazendo o sucesso esperado e nenhuma continuação vai ser realizada.

José Padilha também é o produtor executivo da serie da Netflix sobre a evolução do trafico internacional de drogas da Colômbia. Além de produzir José também dirigiu alguns episódios e ajudou de perto na criação da serie. Também indicou para o papel principal o ator brasileiro Wagner Moura.

Recentemente foi noticiado que José Padilha estava finalizando seu próximo longa metragem internacional que conta com o ator alemão Daniel Brulh e a britânica Rosamund Pike. O projeto “Entebbe” fala sobre o sequestro de um avião por um grupo que reivindica a libertação de vários palestinos que se encontram presos em Israel.

Ainda não existe uma previsão para o lançamento da nova produção. Também ainda não houve nehuma especulação sobre os atores que estarão envolvidos no projeto.

Já seu novo trabalho em processo de pós-produção tem estreia prevista para o final deste ano. Entebbe foi escrito pelo britânico Gregory Burke que também escreveu 71: Esquecido em Belfast, grande sucesso em festivais de 2014.

 

 

This entry was posted in Postagens. Bookmark the permalink.