O Incrível Cristiano Ronaldo é o Melhor do Mundo Pela 4º Vez

Cristiano Ronaldo recebeu da FIFA o troféu “The Best” substituto da “Bola de Ouro“, que representa o prêmio de melhor jogador do mundo.

 

 

Pode-se dizer que em 2016 o astro português venceu a incerteza. No Real Madri liderou a equipe durante uma temporada que começou com a demissão do consagrado Rafa Benítez, e marcou a estreia de Zidane como técnico. Na Eurocopa entrou em campo com a seleção portuguesa longe de ser a favorita e a levou ao triunfo.

 

 

Mesmo diante das adversidades Cristiano Ronaldo mostrou personalidade e eficiência. Nas quartas de final da Liga dos Campeões, perdeu o primeiro jogo por 2 a 0 para o Woflsburg. O segundo jogo foi no Santiago Bernabéu, lá o Real Madri venceu por 3 a 0 com três gols de Ronaldo. O clube de Madri seguiu rumo a final e acabou sendo Campeão em jogo disputado contra o Atlético de Madri.

 

 

O seu desempenho incrível continuou na disputa com seleções europeias. Portugal superou inúmeras dificuldades e desconfiança no início ao jogar a final contra os “donos da casa”, a França. Foi uma partida épica.

 

 

Cristiano Ronaldo se machucou nos primeiros minutos do jogo, mas isso não foi capaz de impedir que ele motivasse o time. Do banco de reservas, com gritos, incentivos e orientações ele viu seus companheiros marcarem na prorrogação dando o título inédito a seleção portuguesa.

 

 

Durante a temporada 2015/2016, “CR7” foi extremamente decisivo. Participou de 61 jogos, nos quais marcou 57 gols e foi responsável por 18 assistências. Além disso, tornou-se o maior artilheiro da Liga dos Campeões da Europa com 93 gols, sendo 16 apenas nesta edição.

 

 

A eleição de 2016 da FIFA apresentou novidades. O público passou a participar nas votações e com a opinião de 200 jornalistas representou 50% dos votos para melhor jogador e melhor técnico no futebol masculino e feminino. Os outros 50% foi determinado por técnicos e jogadores.

 

 

Na disputa de melhor do mundo Cristiano Ronaldo recebeu 34,54% dos votos. Lionel Messi com 26,42%, ficou em segundo lugar e Griezmann com 7,53% ficou em terceiro.

 

 

A ausência de Messi na cerimônia foi o grande destaque. O argentino concorria ao sexto prêmio de melhor do mundo. Além dele, outros jogadores do Barcelona, como Neymar que ficou em quarto lugar na disputa, não compareceram. Em nota oficial o clube catalão alegou que o motivo da ausência foi o confronto com o Athletic Bilbao, dois dias após a solenidade, pela Copa do Rei.

 

 

Ao receber o prêmio pela quarta vez, na cerimônia que ocorreu na sede da FIFA em Zurique, Ronaldo mostrou muita maturidade e gratidão.

 

 

“Estou muito feliz, quero agradecer em primeiro lugar aos meus companheiros, de seleção e Real Madrid também. Ao treinador, gostaria que tivesse ganho, fica para a próxima, mister. À minha família, Ricardo, Gil, meu filho, minha mãe, irmãos, todo meu staff que está sempre presente nos bons e maus momentos. E dizer que o ano de 2016 foi o melhor ano da minha carreira”.

This entry was posted in Postagens. Bookmark the permalink.