Reality A Fazenda – Nova Chance, uma nova proposta e os erros de sempre

O reality A Fazenda – Nova Chance tem mostrado que não basta inserir “celebridades” numa casa almejada por muitos dos telespectadores, e esperar que eles interajam, briguem, causem polêmicas, com o único intuito de atrair audiência e publicidade. Mais uma vez a fórmula de um reality ficou engessada, embora a ideia a inicial fosse interessante, a reunião de ex-participantes dos mais variados reality shows da TV brasileira.

O erro não se restringe somente ao casting, composto por sub-celebridades que na sua maioria não acrescentam em nada ao telespectador, mas também à produção do programa que sofreu uma diminuição severa no número de funcionários, o prêmio oferecido foi abaixado e a “fazenda”, que parece mais um sítio, sofreram reformulações severas, na tentativa de diminuir os custos, mas que certamente demonstram no vídeo suas fraquezas. Inclusive, o grande triunfo a derrocada do programa é o apresentador Roberto Justus que insiste em se lançar como apresentador, porque embora tenha apresentado um considerável número de programas nunca mostrou a que veio fazer na ancoragem de programas na televisão brasileira. De todo modo, seu único trabalho considerável foi o Aprendiz. Muitas pessoas se perguntam o porquê de Britto Junior ter sido retirado do comando do reality A Fazenda. Ele não chega aos pés de Pedro Bial, apresentador do Big Brother Brasil, porém está anos luz a frente de Roberto Justus.

O elenco de A Fazenda – Nova Chance sem dúvida é fraco, pois teima em inserir participantes que possuem uma grande rejeição do público e até mesmo a introdução de personagens que não faziam mais parte da memória dos telespectadores, como no caso de Monique Amim, ex-bbb que ficou reconhecida por ter sofrido um suposto estupro na edição global número 12. Uma grande falha do programa foi não ter colocado no corpo principal do programa o ex-polegar Rafael Ilha, já que a base genética de um reality show parece ser as intrigas e desavenças, então nada melhor do que um participante polêmico com uma ficha policial vasta e uma carreira que tinha tudo para dar certo, chegar ao fundo do poço.

 

 

This entry was posted in Postagens. Bookmark the permalink.